Tema 2- Cristo se Refere ao Princípio

Tema 2- Cristo se Refere ao Princípio

em Curso Virtual | 8
CURSO VIRTUAL DE TEOLOGIA DO CORPO
TEMA 2 – CRISTO SE REFERE AO PRINCÍPIO

__________

Iniciando suas catequeses, o Papa faz um retorno ao plano original de Deus para o homem e suas relações, procurando explicar as raízes que constituem nossa condição humana, desenvolvendo uma verdadeira “antropologia adequada”.

Tema 2 – Cristo se refere ao principio

__________

Texto Complementar – Tema 2 – Cristo se refere ao Princípio

__________

Ir para o Tema 3 – Cristo se Refere ao Coração Humano

__________

Curso elaborado pelo Apostolado Teologia do Corpo – Brasil

_

8 Responses

  1. […] Contato ← Tema 2- Cristo se Refere ao Princípio […]

  2. um curso muito completo e frutuoso

  3. tatiane Leal

    1-Creio que sim que Deus nos pensou para a Felicidade, sem necessidade de sofrimento, mas também nos tendo dado a liberdade, por justiça colhemos os frutos de cada escolha e tendo escolhido o pecado, entra no mundo a morte, a dor, aponto de Deus enviar seu Filho único, muito amado para nos resgatar da decadência eterna e nos reabilitar por sua graça e vontade a retornar ao plano original.
    2-Corpo o entendo como templo de Deus, feito para o Amor, para gerar vida, e administrá-la segundo a graça, e não se reduz a uma felicidade-sensação momentânea ou egoísta,ao contrário,experimenta sua integração na medida em que se doa e se constrói na medida em que constrói o outro, há uma necessária complementaridade que não se reduz ao prazer, mas que também não o nega dá sim ao prazer uma nova e maior dignidade pela sua contribuição no plano da criação da humanidade. Esses conhecimentos não mudam os que já haviam em mim,mas reforçam e confirmam,o que aprendi na RCC,na Teologia e na minha formação como Consagrada da Com.Mariana Boa Semente.
    3-Significa que o ser humano é feito para relacionar-se, tem necessidade de outro ser para ser ele mesmo, na medida em que se relaciona com o outro descobre a si mesmo,se realiza,dando-se ele é quem recebe. ”Não é bom que o homem esteja só”, há necessidade de relacionar-se.
    4-Comunhão de pessoas me traz a palavra Unidade, Integração, ser completo, precisar do outro e retoma a questão da necessidade, da relação como construção da identidade pessoal.
    5-porque não havia malicia, maldade, havia uma pureza, inocência original.
    -a pureza, a inocência e a liberdade original ainda anterior ao pecado.
    -creio que como algo natural, bom, novamente sem malícia, sem excesso, de modo ordenado, equilibrado, tal como Deus pensou para humanidade.
    -creio que a partir do pecado bagunçou o entendimento e o desejo sexual, enfraqueceu a vontade, escureceu o real sentido, debilitou a natureza humana, por uma consciência do erro se associou a nudez ao erro, por ser uma percepção fruto do pecado a nudez se tornou algo diretamente relacionado ao pecado e igualmente o desejo sexual. Porque partiu para uma visão maliciosa, desconfiada, maldosa, desordenada quanto à graça porque fruto de uma desobediência, portanto desequilibrada, pois fora do plano original.

  4. ainda não terminei mas estou gostando muito

  5. O segundo capítulo de gênesis tem um carater mítico, mas o que você quis dizer com isso? O ato de Deus tirar a costela do homem e fazer dela a mulher foi somente uma forma de explicar que a mulher é da mesma espécie do que o homem e não um fato?? isso foi só um mito? Me perdoe a incompreensão, eu estou começando a aprender sobre teologia agora.

  6. Não é artigo da fé crer que os fatos relatados nos primeiros capítulos do Gênesis aconteceram realmente, quer dizer, concretamente. O texto de João Paulo II não se apega a essa discussão. Mas ele toma uma nota de rodapé para explicar que, no que tange ao caráter mítico do texto, ou seja, suas características literárias, essa sentido mítico tem a função, no texto arcaico, de ser uma tentativa de comunicar algo transcendental.

  7. Caro Daniel,

    Queria saber se é possivel disponibilizar esses conteúdos do Curso em PDF, para download e como maneira de aplicá-los em área pastoral.

  8. Olá, amigo, infelizmente não podemos disponibilizar para download. Mas entre em contato pelo e-mail daniel@teologiadocorpo.com.br para mais explicações. Deus te abençoe!

Deixe um comentário